Governo: concessionárias de água devem promover reflorestação

A floresta é essencial no abastecimento de água às populações, recordou Miguel Freitas

O secretário de Estado das Florestas, Miguel Freitas, defendeu hoje o envolvimento das empresas concessionárias de água na reflorestação do país, lembrando que a floresta é essencial no abastecimento de água às populações.

"As empresas de gestão de água a nível nacional deviam envolver-se no futuro na reflorestação do país", disse hoje à agência Lusa Miguel Freitas, à margem de uma ação de reflorestação no concelho de Tondela, distrito de Viseu, promovida em parceria pelo município local e empresa Águas do Planalto.

Sobre a iniciativa de plantação de cerca de três mil pinheiros mansos e medronheiros num terreno com 2,5 hectares no monte de São Marcos, freguesia de Santiago de Besteiros, o governante considerou-a "muito importante" e "simbólica da associação da floresta à água".

Miguel Freitas destacou ainda a opção pela plantação de espécies autóctones - fornecidas pela Águas do Planalto - e a parceria com o município e junta de freguesia local, cujos meios ficarão responsáveis pela manutenção e gestão daquela nova área florestal e o envolvimento de alunos do 1.º ciclo de escolas locais.

"A participação de crianças e jovens transmite uma mensagem de esperança para o futuro", sublinhou o secretário de Estado das Florestas.

Já José António Jesus, presidente da Câmara Municipal de Tondela, destacou a ação de reflorestação "sustentável e integrada" hoje realizada, frisando que a manutenção do terreno em causa será assumida por equipas de sapadores florestais e da junta de freguesia.

"É importante não só a plantação, como a manutenção e preservação daquilo que se planta", disse José António Jesus, lembrando que o município de Tondela tem um historial nessa matéria, decorrente de outras iniciativas realizadas há quatro anos, após os incêndios de 2013, e onde se incluía, igualmente, o projeto "Padrinhos da Floresta", que apelava à responsabilidade social das empresas.

Por outro lado, o autarca destacou o "simbolismo" da iniciativa, por esta decorrer próximo do local de captação de água no município, cuja gestão está a cargo da Águas do Planalto, concessionária de abastecimento em Tondela, Carregal do Sal, Mortágua, Santa Comba Dão e Tábua.

"A concessionária ofereceu as árvores e toda a operação logística foi feita pelo município em parceria com as escolas. Esta função pedagógica é muito importante porque promove o envolvimento comunitário e social, mostrando que a floresta é uma ativo e não um problema para o país", declarou José António Jesus.

Outras Notícias

Outros conteúdos GMG