Idosa morta durante assalto. Segunda vítima está em estado grave 

Suspeito está em fuga

Ainda está a monte o suspeito de ter assaltado a duas residências no Algarve, uma em Faro, onde a moradora, uma idosa, acabou por falecer, a outra em Olhão, também com uma mulher a ser vítima de agressões. Neste caso foi transportada em estado muito grave para o Hospital de Faro.

Em ambos os assaltos, o presumível homicida arrombou as portas a pontapé e, já no interior das residências, agrediu violentamente as vítimas para as obrigar a revelar onde mantinham guardados dinheiro e objetos de valor.

Em Faro, o assalto ocorreu perto da hora do almoço com uma senhora de 82 anos a não resistir às agressões de que foi alvo por parte do assaltante. Morava numa casa térrea, na baixa da cidade.

O alerta foi dado à PSP por uma vizinha que estranhou o facto de a porta estar arrombada. Ao entrar deparou-se com "tudo remexido e muito sangue pelo chão da casa" disse ao DN um residente na mesma rua.

No dia anterior, em um outro assalto, também a uma mulher, de 95 anos, que morava numa habitação térrea em Olhão, foi vítima de violentas agressões.

Dada a existência de um homicídio, a investigação passou agora para a Polícia Judiciária de Faro que tenta localizar o suspeito, considerado "um individuo perigoso".

Um terceiro assalto a um casal de turistas, ainda no domingo de manhã, perto da casa da vítima mortal, pode estar relacionado com o mesmo agressor.


Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG