Homem mata mulher, avisa GNR e suicida-se em seguida

Crime aconteceu esta madrugada na freguesia de Mancelos, Amarante. Mulher foi esfaqueada pelo marido, que ligou para o posto da GNR admitindo o crime e dizendo que iria suicidar-se em seguida.

Um homem de 69 anos matou a mulher, de 67, na madrugada desta quinta-feira em Pidre, freguesia de Mancelos, Amarante, suicidando-se em seguida.

Segundo confirmou ao DN uma fonte da GNR de Amarante, o indivíduo contactou as autoridades pelas 3.45 através de chamada telefónica: avisou que já tinha matado a mulher e iria suicidar-se. O agente terá tentado manter o homem ao telefone mas o indivíduo acabou por terminar o contacto. A patrulha de ocorrências deslocou-se para o local mas não conseguiu entrar na casa, tendo necessitado da colaboração dos bombeiros, entretanto acionados, tal como o INEM.

Quando finalmente conseguiram entrar na habitação, as autoridades encontraram a mulher no quarto, morta com golpes na cabeça e no pescoço. O marido estava num anexo da residência, enforcado.

Ao DN, fonte da GNR confirmou que o casal tinha historial de violência doméstica e há denúncias registadas anteriores a 2007. Não há queixas recentes. Suspeita-se de que o crime possa ter sido motivado por problemas de saúde de que sofreriam marido e mulher.

O caso foi agora entregue à Polícia Judiciária do Porto.

Este é o quinto caso de uma mulher morta pelo companheiro em 2015. Em janeiro de 2014, segundo o Observatório de Mulheres Assassinadas, registaram-se quatro homicídios deste género.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG