Há passagem de ano? "Claro que sim! Foi uma chuvada normal"

Autarquia de Albufeira assegura que chuvada de segunda-feira não afeta Passagem de Ano

A chuva intensa, que provocou pequenas inundações no centro de Albufeira na segunda-feira, não afetou os preparativos para a festa de passagem do ano onde são esperados dezenas de milhares de turistas, assegurou o presidente da Câmara.

"Houve uma pequena chuvada que provocou a entrada de água em dois ou três estabelecimentos", disse à Lusa o presidente da Câmara de Albufeira.

Carlos Silva e Sousa assegurou que vai estar tudo pronto, como se esperava, para a Passagem do Ano, estando os hotéis como uma boa taxa de ocupação, sendo esperados entre 50 e 70 mil turistas.

Cerca de uma dezena de minutos de chuva intensa originaram na segunda-feira ao fim do dia pequenas inundações no centro de Albufeira, situação que foi de pronto resolvida pelos serviços da Proteção Civil.

Foi um episódio sem gravidade, tendo a água subido e baixado logo de seguida

"Foi uma chuvada normal, como há todos os anos", disse à agência Lusa Carlos Oliveira, proprietário de um estabelecimento comercial no centro de Albufeira, acrescentando que "a água entrou por um lado e saiu pelo outro".

Na rua comercial do centro de Albufeira, vários homens limpavam os esgotos, que ainda não estavam totalmente desimpedidos da lama, depois da grande cheia de 01 de novembro.

A região do Algarve foi fustigada nesse dia por chuvas intensas que provocaram inundações em vários concelhos, nomeadamente em Loulé, Albufeira, Portimão, Olhão e Silves.

O caso mais problemático ocorreu em Albufeira, onde a Proteção Civil teve de retirar pessoas de habitações e estabelecimentos comerciais inundados.

No centro da cidade de Albufeira, a água atingiu cerca de 1,80 metros de altura, provocando milhões de euros de prejuízos, segundo as autoridades, sendo que muitos dos comerciantes não tinham seguros

Outras Notícias

Outros conteúdos GMG