Governo felicita Guterres e deseja-lhe felicidades

Português aclamado secretário-geral da ONU

O Governo português congratulou-se hoje com o resultado obtido por António Guterres na votação para o cargo de secretário-geral da ONU, considerando ser "uma escolha que muito prestigia o país", indicou em comunicado do conselho de ministros.

"O Governo congratula-se com o resultado obtido por António Guterres na sexta votação para o cargo de Secretário-Geral das Nações Unidas, saudando o empenho da diplomacia portuguesa e a forma transparente como decorreu o processo de eleição promovido pela ONU", lê-se na nota.

Para o Executivo, "esta é uma escolha que muito prestigia o país e vem reconhecer o elevado mérito e a notável carreira de serviço público de António Guterres, tanto a nível nacional como internacional, destacando o trabalho que desenvolveu ao longo de dez anos em prol da defesa dos direitos humanos, enquanto Alto-Comissário das Nações Unidas para os Refugiados".

Assim, "o Governo português felicita António Guterres e deseja-lhe os maiores sucessos na liderança daquela que é a mais importante organização internacional", conclui a nota do conselho de ministros.

O Conselho de Segurança da ONU anunciou na quarta-feira que António Guterres era o "claro vencedor" da votação dos seus 15 Estados membros, obtendo 13 votos de encorajamento e duas abstenções, uma das quais de um dos cinco membros permanentes do Conselho de Segurança com direito de veto.

Na sequência desse resultado, o principal órgão executivo das Nações Unidas escolheu hoje, por unanimidade e aclamação, recomendar à Assembleia-Geral que nomeie o antigo primeiro-ministro português secretário-geral da organização entre 01 de janeiro de 2017 e 31 de dezembro de 2021.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG