Governo aprova 3200 voluntários e contratados para as Forças Armadas

Diploma publicado esta terça-feira em Diário da República foi assinado há um mês

O Diário da República publicou esta terça-feira o despacho conjunto dos ministérios das Finanças e da Defesa que autorizam as Forças Armadas a admitir este ano 3200 voluntários e contratados.

O diploma não faz referência à proposta de incorporações feita pelas chefias militares na ordem dos 5000 efetivos para os regimes de voluntariado e contrato (RV/RC).

Cabe ao secretário de Estado da Defesa, Marcos Perestrello, fazer a distribuição desses efetivos pelos três ramos das Forças Armadas.

As Forças Armadas enviaram à tutela, ainda em 2016, um plano de incorporações que previa 5019 efetivos RV/RC e 631 para os quadros permanentes. Como o DN noticiou em julho, as Finanças continuavam sem dar luz verde a esse plano de incorporações.

O despacho agora publicado cinge-se apenas às admissões, que apenas dizem respeito aos jovens incorporados que não chumbam durante a instrução.

Assim, o número de militares RV/RC a admitir em 2017 - nos últimos quatro meses do ano - corresponde a 63,8% do plano de incorporações proposto pelas chefias das Forças Armadas.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG