GNR deteve 400 pessoas e apreendeu 182 toneladas de tabaco na última semana

Operações de combate à criminalidade violenta e de fiscalização rodoviária foram realizadas entre 22 e 28 de janeiro

A Guarda Nacional Republicana (GNR) deteve na última semana 400 pessoas em flagrante delito e apreendeu 182 toneladas de tabaco, no decorrer de um conjunto de operações de fiscalização rodoviária e de combate à criminalidade violenta.

Num comunicado hoje divulgado, a GNR informa que, no decorrer das operações realizadas entre 22 e 28 de janeiro, foram detidas 400 pessoas em flagrante delito, das quais 165 por condução sob o efeito do álcool e 64 por condução sem habilitação legal.

Durante as operações foram ainda detidas 32 pessoas por tráfico de estupefacientes, 22 por furto e 13 por posse de arma proibida.

A GNR apreendeu também 182 toneladas de tabaco, 5.699 doses de haxixe, 44 doses de heroína, 41 doses de cocaína e duas plantas de canábis.

Aquela força de segurança indicou que foram apreendidos 33 veículos, 24 armas brancas, 20 de fogo, 304 munições e 608.068 euros em dinheiro.

Na área do trânsito, a GNR fiscalizou 26.751 condutores, tendo detetado 11.907 infrações.

Destas, 2.629 deveram-se a excessos de velocidade, 716 por uso indevido do telemóvel durante a condução, 550 por falta ou incorreta utilização do cinto de segurança e/ou sistema de retenção para crianças e 454 por falta de inspeção periódica obrigatória.

A GNR adiantou que, das infrações detetadas, 418 dizem respeito à condução com taxa de álcool no sangue superior ao permitido por lei, 217 infrações de tacógrafos e 188 por falta de seguro de responsabilidade civil obrigatório.

As operações efetuadas pela GNR de 22 a 28 de janeiro visaram a prevenção e o combate à criminalidade violenta e fiscalização rodoviária.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG