Força Aérea retira comissária da PSP com malária da República Centro-Africana

Oficial da Polícia ao serviço das Nações Unidas em estado grave com malária desde segunda-feira

Uma comissária da PSP, internada segunda-feira com malária no hospital sérvio da ONU na República Centro-Africana, vai ser transferida esta quinta-feira para Lisboa, soube o DN.

A operação com uma aeronave Falcon-50 foi lançada devido ao estado de saúde da agente, que não registou melhoras apesar dos tratamentos.

A capacete azul, com o posto de comissário e na casa dos 40 anos, está em Bangui desde meados de março deste ano ao serviço da Missão Multidimensional Integrada das Nações Unidas para a Estabilização da República Centro-Africana (MINUSCA).

Além de internada no hospital sérvio da MINUSCA, a agente da PSP tem tido apoio médico e medicamentoso da unidade militar do Exército destacada na RCA como Força de Reação Rápida da ONU.

Esse apoio está a ser dado em coordenação com o Centro de Epidemiologia do Hospital das Forças Armadas (HFAR), especializado em doenças tropicais.

Segundo uma das fontes, a aeronave-ambulância chega ao fim da tarde a Bangui e fará o voo de evacuação para Lisboa durante a noite. A chegada está prevista para a madrugada de sexta-feira, entre as 01:30 e as 02.30.

A comissária integra um contingente de 14 elementos da PSP que deixaram Lisboa no passado dia 11 de março.

Atualizada às 14:11 com o posto da oficial da PSP

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG