Eduardo dos Santos mostrou que Angola segue "os melhores padrões internacionais"

Ministro dos Negócios Estrangeiros comentou a decisão de Eduardo dos Santos de não se recandidatar à presidência de Angola

O ministro dos Negócios Estrangeiros Augusto Santos Silva considerou hoje que a decisão do Presidente angolano, José Eduardo dos Santos, de não se recandidatar nas próximas eleições "é mais um sinal de que Angola segue os melhores padrões internacionais".

O presidente do MPLA e chefe de Estado angolano, José Eduardo dos Santos, anunciou hoje que não se recandidata nas eleições deste ano, pondo assim fim à vida política ativa.

Questionado pela Lusa quanto a este anúncio, o ministro português afirmou que "já era conhecida a vontade do Presidente de se afastar da vida política mais ativa" e considerou que "esse é mais um sinal de que Angola segue os melhores padrões internacionais".

Augusto Santos Silva falava aos jornalistas no final da cerimónia de apresentação da estratégia da Ação Cultural Externa, em parceria com o Ministério da Cultura.

José Eduardo dos Santos anunciou hoje em Luanda que não será recandidato ao cargo nas eleições gerais deste ano, deixando assim o poder em Angola ao fim de 38 anos.

A posição foi transmitida por José Eduardo dos Santos no discurso de abertura da reunião do Comité Central do Movimento Popular de Libertação de Angola (MPLA), que está a decorrer hoje em Luanda, com a aprovação da lista de candidatos do partido a deputados nas eleições gerais de agosto em agenda.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG