Costa: Centeno no Eurogrupo "seria uma grande honra"

O primeiro-ministro comentou a hipótese ao reagir à decisão europeia de retirar Portugal do Procedimento de Défice Excessivo.

"Seria uma grande honra", afirmou António Costa, numa conferência de imprensa convocada para esta noite na residência oficial de São Bento

Acrescentando que o governo português não apresentou nenhuma candidatura, António Costa não negou todavia a hipótese de isso acontecer: "Não somos candidatos mas não rejeitaremos a questão se ela se colocar."

Hoje, Centeno alimentou especulações numa entrevista ao canal norte-americano de televisão CNBC. Questionado se preferia a gastronomia belga à de Lisboa, respondeu: "A comida em Lisboa é muito melhor mas, de qualquer modo, não vou ficar sem ela".

O ministro das Finanças disse que o Eurogrupo decidirá sobre a sucessão de a Jeroen Dijsselbloem "quando chegar o momento" e essa será "uma decisão a ser tomada pelos 19 membros do Eurogrupo".

Exclusivos