Coordenadores do PSD com mais 30 votos que Negrão

Foi Fernando Negrão a anunciar os resultados, defendendo que estes números são "a confirmação" de que o ambiente mudou na bancada social-democrata

A bancada do PSD elegeu esta sexta-feira os coordenadores e vice-coordenadores do partido nas comissões parlamentares, com uma votação bastante mais expressiva do que a alcançada, na passada semana, pela liderança parlamentar.

Num universo de 85 votantes, 65 votaram a favor (76,4%),14 em branco, e seis boletins foram declarados nulos. A lista foi sufragada em conjunto, não permitindo votos contra. Uma votação que contrasta com a eleição de Fernando Negrão, que não foi além dos 35 votos a favor (39,7%), 32 em branco e 21 nulos.

Foi o próprio líder parlamentar a anunciar os resultados de hoje, defendendo que estes números são "a confirmação" de que o ambiente mudou na bancada social-democrata, depois da reunião de ontem do grupo parlamentar. Um encontro em que ouviram muitas críticas dos deputados sociais-democratas, mas que acabou por apaziguar o clima de alta tensão que marcou a última semana na bancada do PS, face ao pedido de desculpas do novo líder parlamentar, que tinha apontado um"problema de ética" à bancada.

"Fizemos a nossa catarse, as coisas mudaram", reiterou hoje Fernando Negrão aos jornalistas. "Ficámos todos cientes de que a prioridade é o trabalho de oposição", rematou o líder parlamentar.

Depois da votação de hoje assumem agora o lugar de coordenadores Andreia Neto (Assuntos Constitucionais),José Cesário (Negócios Estrangeiros), Pedro Roque (Defesa), Carlos Gonçalves (Assuntos Europeus), Duarte Pacheco (Orçamento e Finanças), Paulo Rios (Economia), Maurício Marques (Agricultura), Pedro Pimpão (Educação e Ciência), Ricardo Baptista Leite (Saúde), Mercês Borges (Trabalho), Jorge Paulo Oliveira (Ambiente) e José Carlos Barros (Cultura).

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG