Cerca de 250 crianças assistidas na praia de Carcavelos por causa de alergias

As crianças queixavam-se de comichão no corpo e vermelhidão, tendo duas sido hospitalizadas.

Cerca de 250 crianças foram hoje assistidas numa praia de Carcavelos, em Cascais, por apresentarem comichão no corpo e vermelhidão, tendo duas sido hospitalizadas, disse à Lusa um responsável da Polícia Marítima.

As crianças pertencem a uma escola de Belém e estavam na praia quando os sintomas foram notados, mas, de acordo com informação do comandante da Polícia Marítima Mário Domingues, o problema não está ligado a condições verificadas na praia.

Fonte oficial do Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM) adiantou à Lusa que as duas crianças, uma menina de oito anos e um menino de seis anos, foram transportados para o Hospital São Francisco Xavier, em Lisboa, com "pruridos na pele".

De acordo com o INEM, as restantes crianças estão a ser levadas, de autocarros, para a Junta de Freguesia de Belém, a fim de serem entregues aos pais.

Para o local foram deslocados "todos os meios necessários e disponíveis" para fazer face à situação, incluindo a Unidade de Planeamento e Crise, sublinhou o INEM, acrescentando que o delegado de saúde deverá agora proceder no local à recolha de água para análise.

Segundo o INEM, a Direção Geral da Saúde e o Instituto Ricardo Jorge também já foram informados da situação.

Segundo a mesma fonte da Polícia Marítima, a causa dos sintomas terá a ver com uma alergia causada pela lagarta do pinheiro.

O alerta foi dado por volta das 11:30 de hoje, tendo sido chamados ao local o INEM, os bombeiros e a Polícia Marítima.

Outras Notícias

Outros conteúdos GMG