Comprou lotaria com notas falsas e foi premiado

Um homem, de 74 anos, residente em Magualde, foi constituído arguido e sujeito a termo de identidade e residência por estar indiciado por um crime de passagem de moeda falsa.

A investigação pertenceu à Polícia Judiciária (PJ), através da Diretoria do Centro, que só agora deu por terminadas as diligências.

De acordo com a polícia, o homem, com antecedentes criminais, adquiriu, em junho do ano passado, nove bilhetes da lotaria nacional com nove notas falsas de 50 euros.

Dois dos bilhetes de lotaria foram premiados com 50 euros cada um. A PJ conseguiu apreender seis dos bilhetes adquiridos, cada um com dez frações, e uma nota de 50 euros e outra de 20 euros falsas.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG