CDS: Comissão Política reúne-se com autárquicas na agenda

A um ano das eleições autárquicas e após a recente polémica do MPLA, órgão centrista fará reunião a 8 de setembro

A Comissão Política Nacional do CDS-PP reúne-se no dia 8 de setembro para discutir a rentrée, a preparação das eleições autárquicas de 2017 e as prioridades políticas.

A ordem de trabalhos da reunião é constituída por esses mesmos três pontos: rentrée, "preparação das autárquicas" e "prioridades políticas e situação política atual".

A reunião é ordinária e marca o recomeço das reuniões mensais daquele órgão do partido após as férias e depois da polémica em torno da ida do CDS-PP, representado por Hélder Amaral, ao Congresso do MPLA, o partido do poder em Angola, onde também esteve a título pessoal o ex-líder Paulo Portas.

A cerca de um ano das eleições autárquicas, a reunião de preparação do ato eleitoral poderá abordar a lista centrista a Lisboa, em que o CDS terá uma candidatura própria, que deverá ser "forte e mobilizadora", de acordo com o que Assunção Cristas tem dito desde o Congresso de março.

A hipótese de Assunção Cristas ser a protagonista dessa candidatura nunca foi afastada liminarmente pela própria que, há duas semanas, disse à revista Sábado: "Se houver uma decisão do CDS no sentido de eu ser candidata, posso garantir que ficarei até ao fim."

Na Comissão Política - o órgão intermédio de decisão - têm assento, por exemplo, Hélder Amaral, Diogo Feio, Pedro Pestana Bastos, Francisco Mendes da Silva, Diogo Belford Henriques, além da presidente e dos vice-presidentes Nuno Melo, Adolfo Mesquita Nunes, Cecília Meireles e Nuno Magalhães, o coordenador autárquico, Domingos Doutel, o porta-voz do partido, João Almeida, e o seu secretário-geral, Pedro Mota Soares.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG