Bloco considera que é preciso tirar ilações políticas do caso

Pedro Filipe Soares considera viagens de governantes a convite da Galp "eticamente reprovável"

O BE considerou hoje "eticamente reprovável" que governantes ou deputados aceitem "presentes que legitimem a promiscuidade com grandes grupos económicos", defendendo que o comportamento deve ter "consequências políticas".

"Consideramos eticamente reprovável qualquer comportamento que legitime a promiscuidade entre governantes ou deputados e grandes grupos económicos", afirmou o presidente do grupo parlamentar do BE Pedro Filipe Soares, em conferência de imprensa no Porto.

O parlamentar do BE lembrou que "as demissões do Governo dependem do Governo", mas admitiu a necessidade de tirar "ilações políticas" de "comportamentos eticamente reprováveis" como os de eleitos que tenham viajado a convite da Galp para assistir a jogos da seleção de futebol no Campeonato Europeu/2016.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG