Bacelar Gouveia rejeita Assunção Cristas em Lisboa

O constitucionalista insurgiu-se contra o "rumor" que a líder do CDS poderá vir a encabeçar uma lista de coligação com o PSD à Câmara de Lisboa.

No início dos trabalhos da tarde do Congresso do PSD, Jorge Bacelar Gouveia afirmou que "como lisboeta e social-democrata não gostaria de ser obrigado a votar numa lista em que a líder do CDS fosse a cabeça de lista e que o PSD não tivesse um candidato para apresentar".

Já antes o constitucionalista, que tem sido muito crítico da liderança de Passos Coelho, tinha lançado farpas ao CDS, o único partido que votou contra a Constituição há 40 anos. "Só o CDS , ou PP, ou será PAC (Partido da Assunção Cristas) é que votou contra", disse ao assinalar o aniversário da Assembleia Constituinte.

Bacelar defendeu ainda que o PSD deve bater-se pela revisão da lei das incompatibilidades, e desta feita a farpa foi em direção à ex-ministra das Finanças, cuja contratação para uma empresa Global Arrow Global está a gerar muita polémica. "Mas não para ir atrás do caso da Maria Luís Albuquerque..."

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG