António Costa dá explicações sobre Novo Banco às 19:00

O primeiro-ministro dará detalhes sobre venda do banco já depois de uma intervenção do Governador do Banco de Portugal

Será o primeiro-ministro a explicar os contornos do negócio de venda do Novo Banco ao fundo Lone Star. António Costa falará às 19:00, já depois de o governador do Bando de Portugal, Carlos Costa, ter feito uma declaração ao país, a qual estava agendada para as 17:30.

Ontem, na conferência de imprensa que se seguiu ao Conselho de Ministros, a ministra da Presidência Maria Manuel Leitão Marques havia anunciado que o ministro das Finanças, Mário Centeno, daria hoje "todas as explicações relativas ao processo de venda do Novo Banco". No entanto, esse papel caberá ao chefe de governo, que falará ao final da tarde a partir de São Bento.

O processo de venda do Novo Banco está na fase final e a assinatura será feita esta semana, confirmou quarta-feira o ministro das Finanças, Mário Centeno.

A SIC está a noticiar que o Governo garante futuros aumentos de capital do Novo Banco até ao máximo de 3,8 mil milhões de euros, sendo esta uma das cláusulas principais do contrato de venda do Novo Banco.

De acordo com a estação televisiva, há um acordo entre os dois sócios, o fundo norte-americano Lone Star, que compra 75%, e o Fundo de Resolução da banca que fica com 25% do banco: se o principal rácio de capital do Novo Banco cair abaixo de 12,5%, cada um dos dois sócios terá de contribuir para a reposição desse indicador.

Segundo a SIC, o Fundo de Resolução poderá ter de repor sozinho até 3,8 mil milhões de euros de capital, se for necessário e no caso de a necessidade de capital resultar de imparidades de um grupo já identificado de ativos.

O PSD sublinhou hoje que o Governo tinha assegurado que não existiriam garantias públicas na venda do Novo Banco, desafiando o executivo a esclarecer essa dúvida e quanto custou o que classificou de "perdão parcial de dívida" aos bancos.

O Novo Banco é o banco de transição que ficou com os ativos menos problemáticos do Banco Espírito Santo (BES), alvo de uma intervenção das autoridades em 03 de agosto de 2014, e que está em processo de venda.

Desde fevereiro que o Governo está a negociar a venda do Novo Banco em exclusivo com o fundo norte-americano Lone Star.

O fundo norte-americano passou para a frente nas negociações depois de, no final de 2016, ter sido noticiado que, entre os concorrentes, o fundo chinês Minsheng tinha a melhor proposta financeira, mas não apresentou provas de que conseguiria pagar o montante oferecido, devido às restrições de movimentação de divisas na China.

Por acordo com a Comissão Europeia, o Novo Banco tem de ser vendido até ao verão deste ano.

O Lone Star Funds foi fundado em 1995 e investe nos setores financeiro e no imobiliário. Em Portugal, tem um investimento em Vilamoura.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG