Candidato à liderança Jorge Moreira da Silva testa positivo à covid-19

O candidato tem "alguns sintomas claros, mas nada que inspire preocupação".

As eleições diretas para escolher o próximo presidente do PSD realizam-se em 28 de maio e são candidatos anunciados à sucessão de Rui Rio o antigo líder parlamentar Luís Montenegro e o antigo vice-presidente Jorge Moreira da Silva.

O candidato à liderança do PSD Jorge Moreira da Silva informou esta segunda-feira que testou positivo à covid-19 no domingo, pelo que terá de interromper a participação presencial nos eventos de campanha nos próximos dias.

Num comunicado divulgado nas suas redes sociais, o candidato refere que tem "alguns sintomas claros, mas nada que inspire preocupação".

"A formalização da minha candidatura será feita esta segunda-feira, pelas 18:00, na sede nacional do PSD pelo coordenador de candidatura, Miguel Goulão, e pelo diretor de campanha, Carlos Eduardo Reis", informa ainda o candidato, que promete para breve mais informações sobre as alterações de agenda da sua campanha.

O candidato admite que "alguns dos encontros terão de ser alterados para um formato virtual e outros terão de ser reagendados".

"Este imprevisto não me vai desviar da vontade de agregar cada vez mais militantes na reconquista do Direito ao Futuro", assegura, citando o lema da sua candidatura.

Em comunicado, a candidatura informa que Jorge Moreira da Silva "tem realizado testes regulares por forma a garantir a segurança de todos".

"Na medida do possível a agenda de Jorge Moreira da Silva irá manter-se, privilegiando as ferramentas digitais nos contactos com os militantes, tudo fazendo para que estes possam ser esclarecidos neste importante processo de decisão interna", refere o texto, acrescentando que o candidato "voltará à sua agenda presencial assim que tiver a respetiva autorização da Direção Geral de Saúde".

As candidaturas à liderança do PSD têm de ser subscritas por um mínimo de 1.500 assinaturas, e acompanhadas de uma proposta de estratégia global e de um orçamento de campanha.

A candidatura informa que "a moção será tornada pública no site oficial da campanha depois da mesma ser recebida pelos serviços administrativos do PSD".

As eleições diretas para escolher o próximo presidente do PSD realizam-se em 28 de maio e são candidatos anunciados à sucessão de Rui Rio o antigo líder parlamentar Luís Montenegro e o antigo vice-presidente Jorge Moreira da Silva.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG