Forças Armadas. Desafios, debates e propostas em três livros online

O Grupo de Reflexão Estratégica Independente disponibiliza online e gratuitamente três publicações que permitem um retrato objetivo das nossas Forças Armadas

Valentina Marcelino
Lançamento do livro, A Reforma da Estrutura Superior das Forças Armadas, com a presença do General Ramalho Eanes e outras individualidades. General Manuel Teixeira Martins, Prof. Doutor José Gil, Almirante Melo Gomes, General José Luiz Pinto Ramalho e Major General Luis Augusto Sequeira.© Leonardo Negrão / Global Imagens

"Numa pura lógica de cidadania", garante o vice-almirante Pires Neves, o Grupo de Reflexão Estratégica Independente (GREI) decidiu partilhar online os três livros que publicou até agora, gratuitamente.

"O GREI, no âmbito da sua atividade e de acordo com o seu objeto programático, vem efetuando alguns trabalhos de reflexão sobre a temática da Segurança, da Defesa Nacional e das Forças Armadas (FFAA) tendo já publicado três livros, o último dos quais, a propósito da reforma da Estrutura superior das FFAA foi trazido a público no passado dia 10 de novembro de 2021, conforme é do conhecimento geral", refere este oficial general, vice-presidente do Conselho da organização.

Pires Neves sublinha que "todos estes livros são de fácil leitura e estão estruturados e escritos de forma muito acessível, tendo em vista levar ao conhecimento de um público, desejavelmente cada vez mais alargado, questões que à partida, por demasiado técnicas por vezes, tendem a ficar longe de um são e informado debate público".

Os livros disponíveis são:

- "Forças Armadas Portuguesas. A complexidade dos desafios e a condição militar", Julho de 2017 (descarregue aqui)

- "A Segurança e a Defesa Nacional. Um debate indispensável", Julho 2018/2019 (descarregue aqui);

-"A reforma da estrutura superior das FFAA. Um processo apressado e de propósito pouco entendível", Outubro de 2021 (descarregue aqui).

O GREI é constituído por vários Oficiais Generais, entre os quais ex-Chefes dos Ramos. É presidido pelo ex-Chefe de Estado-Maior do Exército, Pinto Ramalho e tem a dirigir a Assembleia Geral o Almirante Melo Gomes, ex-chefe de Estado-Maior da Armada.

Em maio do ano passado, recorde-se, os membros do GREI foram promotores de uma carta aberta, assinada pelo General Ramalho Eanes à cabeça, a contestar a reforma na estrutura superior das Forças Armadas.