Sá Carneiro Talks. A "Inovação" no pensamento do fundador do PSD

O Instituto Francisco Sá Carneiro (IFSC) assinala o 40.º aniversário da morte de Sá Carneiro com um ciclo de conferências, as Sá Carneiro Talks, que se vai prolongar durante todo o ano. A primeira é já nesta segunda-feira e o principal orador é Carlos Moedas, ex-comissário europeu, sobre "Ciência e Inovação".

"A ideia é partir do pensamento de Sá Carneiro e projetá-lo nos assuntos de atualidade e no futuro", diz Maria da Graça Carvalho, presidente do IFSC. E lembra que o fundador do PSD colocava "a pessoa no centro de todas as políticas.

Para esta primeira conferência, que decorrerá em Lisboa, foram convidados a debater "o repto da construção do futuro à inovação do presente" moderados por Joaquim Biancard Cruz, administrador do IFSC, Lídia Pereira, eurodeputada (participação remota); Ricardo Acto, vice-presidente de operações do Rock in Rio, Miguel Pina Martins, fundador e CEO da Science4You, e João Trigo da Rosa, presidente da Associação Portuguesa de Business Angels.

Maria da Graça Carvalho, que abre a conferência, sublinha que será um debate muito centrado nos investigadores e empreendedores, que podem mostrar como é atual o pensamento dos anos 1970 de Sá Carneiro. A intervenção de Carlos Moedas será em vídeo e será transmitida em direto, a partir das 18h00, no Facebook, na página do instituto.

As duas próximas conferências, que serão mensais, estão já programadas e os principais oradores serão Durão Barroso, antigo primeiro-ministro e ex-presidente da Comissão Europeia; e Paulo Rangel, eurodeputado do PSD e vice-presidente do Partido Popular Europeu.

A presidente do IFSC, que também é eurodeputada do PSD, frisa que o Instituto quer, com este ciclo de conferências dedicadas ao pensamento de Sá Carneiro, ir além dos temas clássicos que costuma tratar, mais ligados à política, ao social e às relações internacionais, abrindo as portas a temas como alterações climáticas, novas tecnologias na saúde e a própria saúde. No final do ciclo será publicado um livro, que "será um importante elemento de formação política", assegura Maria da Graça Carvalho.

Francisco Sá Carneiro foi um dos fundadores do PSD e foi primeiro-ministro em 1980, depois de ter ganho as eleições em coligação com o CDS e o PPM, na Aliança Democrática.. O então líder social-democrata governou oito meses, até 4 de dezembro daquele ano, quando o avião que seguia se despenhou em Camarate., tendo com ele falecido o democrata-cristão e ministro da Defesa, Adelino Amaro da Costa, bem como a sua companheira Snu Abecasis.

Foi bastante influenciado pelo +ersonalismo católico e pelo Humanismo. Porcurou adaptar as ideias social-democratas de Eduard Bernstein, Karl Kautsky e do SPD pós-1945 ao contexto cultural português. É a figura referência do PSD e a mais admirada por todos os quadrantes do partido.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG