Iniciativa Liberal. O olá e adeus de Carlos Guimarães Pinto na convenção nacional

O presidente demissionário da Iniciativa Liberal não está na III Convenção Nacional, que decorre hoje em Pombal. Mas a partir do Vietname gravou uma mensagem em vídeo a dizer que "este jogo continua 0-0". Ou seja, que não pelo facto do partido ter eleito um deputado nas legislativas que a maratona acabou. "Só corremos o primeiro km e estamos no pelotão da frente", disse.

"Conseguimos marcar um golo mais cedo que o esperado, mas nada disso deve mudar a nossa forma de ir a jogo. Continua 0-0. Continuamos a ser um partido de ataque", disse esta manhã o presidente (demissionário) da Iniciativa Liberal, Carlos Guimarães Pinto, numa mensagem em vídeo, gravada a partir do Vietname, onde se encontra.

Carlos Guimarães Pinto falava aos cerca de 230 congressistas inscritos na III convenção nacional do partido, que decorre em Pombal, e onde deverá ser eleito o novo líder - e deputado eleito pela IL, João Cotrim Figueiredo. O dirigente usou a linguagem futebolística a lembrar "os tempos em que era árbitro" para abrir o primeiro ponto da ordem de trabalhos, a análise à situação política do país.

"A única diferença é que, agora, somos mais, temos mais meios. Mas ainda há muito trabalho a fazer", sublinhou Carlos Guimarães Pinto, para quem a IL tem ainda "muito trabalho a fazer. Precisamos de ser um movimento moderado e não populista", disse. Antes de se despedir dos membros inscritos, voltou a usar o desporto como metáfora: "o primeiro km desta maratona já está. Estamos no pelotão da frente. Agora o objetivo é ganhar", concluiu.

Até ao início da tarde o partido vai eleger entre 22 candidatos os 7 novos membros do conselho nacional, para preencher esses lugares deixados vagos por demissão, nas últimas semanas.

Fundado a 26 de novembro de 2017, a Iniciativa Liberal conta atualmente com cerca de 700 militantes em todo o país.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG