Vin Diesel pede desculpas por entrevista que deixou jornalista desconfortável

O caso foi um dos mais discutidos no Twitter a nível mundial e levantou uma discussão sobre machismo e assédio

Vin Diesel pediu desculpas pelo seu comportamento durante uma entrevista à "youtuber" Carol Moreira. As constantes interrupções e elogios do ator norte-americano deixaram a jornalista desconfortável e levantaram uma discussão na internet sobre se Vin Diesel tinha ou não assediado Carol Moreira.

"Como todos sabem, tento manter as minhas entrevistas brincalhonas e divertidas, especialmente quando estou na zona Xander", escreveu Vin Diesel no sábado no Facebook, mencionando o nome da sua personagem no filme que estava a divulgar no país, Triplo X: O Regresso de Xander Cage.

"Mas, se ofendi alguém, peço desculpas porque nunca foi a minha intenção", concluiu, publicando também uma versão não editada da entrevista.

O caso começou quando a "youtuber" Carol Moreira publicou a entrevista no YouTube e disse na introdução do vídeo que não gostou do comportamento do ator e que ficou desconfortável com o que ele disse. "Ele começou meio que a insinuar-se a mim no meio da entrevista, a dizer que eu era bonita", contou a "youtuber".

Durante a entrevista, Vin Diesel elogiou várias vezes a jornalista - chamando-a linda, bonita e sexy - , disse que estava apaixonado por ela e até se ajoelhou à frente dela e pediu que alguém o "salvasse da beleza" da Carol.

"Ele interrompeu-me três vezes. Vocês vão ver no vídeo que eu estava a rir-me, mas completamente desconfortável. Eu só me ria porque estava numa situação muito delicada. Mas a verdade é que eu não gostei disso. Na hora, eu não soube reagir, mas vocês vão ver que eu estava desconfortável, que não foi legal, que ele interrompeu o meu trabalho", continuou.

O assunto foi um dos mais discutidos no Twitter a nível mundial e levantou uma discussão sobre machismo e assédio, com várias opiniões a defenderem e a condenarem tanto Vin Diesel como Carol Moreira.

A "youtuber" foi muito criticada, com várias pessoas a acusarem-na de querer apenas ser famosa ou ganhar dinheiro com o caso, além de dizerem que ela não era bonita.

A jovem jornalista também publicou no sábado um texto no Facebook em que se defende dos ataques de que tem sido alvo. "O que eu disse na introdução do vídeo? Que não gostei do comportamento dele na entrevista. Nunca disse que fui assediada", escreveu Carol Moreira.

"Porque eu não reagi? Porque não soube", explicou. "A gente não sabe como vai reagir com qualquer coisa até que aconteça com a gente. Não adianta falar que eu deveria ter feito isso ou aquilo. Na hora não consegui, fiquei com medo da reação dele, fiquei desconfortável e constrangida".

"Dizem que quero fama, dinheiro, sei lá mais o quê. E eu só apontei que EU NÃO GOSTEI. O que é direito total MEU. Nunca me fiz de coitada ou de vítima como me estão a acusar. Se está dando tanta polémica é porque precisamos falar sobre esse tipo de comportamento", concluiu a jovem.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG