Victoria Hohenlohe: tem 21 anos e 43 títulos de nobreza

A duquesa divide um apartamento com uma amiga, em Madrid

É uma jovem simples, que partilha um apartamento em Madrid com uma amiga, veste jeans e gosta de passar despercebida. A estudante de Relações Internacionais tem apenas 21 anos, mas desde os 20 que é a detentora do maior número de títulos de nobreza em Espanha: são 43 e 20 deles foram-lhe garantidos após o país ter alterado uma lei - em 2006 - que concede às mulheres os mesmos direitos dos varões no que diz respeito à sucessão de títulos.

Victoria Hohenlohe é a herdeira do ducado de Medinaceli, desde a morte do pai, Marco Hohenlohe-Landgenburg, vítima de cancro, aos 54 anos. A jovem, que nasceu em Málaga, mas cresceu em Munique, na Alemanha, após o divórcio dos pais, em 2004, esteve sempre ligada a Espanha - onde passava as férias - e ao pai, que acompanhou nos últimos meses de vida.

Apesar de ser ainda muito jovem, após a morte de Marco Hohenlohe-Landgenburg fez saber que não iria abdicar dos títulos e esperou nove meses - o período de luto - para os reclamar.

O seu legado tem o peso de uma da casas nobres mais antigas de Espanha, uma vez que o ducado de Medinaceli remonta ao século XIII e descende diretamente de Afonso X.

Segundo o El País, além de dar continuidade ao legado do pai, Victoria Hohenlohe fez-lhe também uma promessa: continuar o seu trabalho na Fundação Casa Ducal de Medinaceli, o que inclui descrever, catalogar e preservar o seu arquivo histórico. A jovem irá fazer o mesmo em relação aos palácios e às coleções de arte que pertencem à família.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG