Taylor Swift doa 900 mil euros a vítimas de cheias no Luisiana

"Encorajo todas as pessoas a enviar o seu amor e as suas orações durante este momento de enorme devastação", disse a cantora

Taylor Swift voltou a mostrar porque foi eleita em 2015 a personalidade mais influente do mundo pela revista Fortune. Numa época em que chuvas torrenciais tem causado cheias de volumes recorde no estado do Luisiana, a cantora acaba de doar um milhão de dólares, perto de 900 mil euros, para apoiar as vítimas da catástrofe.

"Iniciámos a digressão The 1989 World Tour [em 2015] no Luisiana e os fãs maravilhosos de lá fizeram-nos sentir completamente em casa. O facto de tantas pessoas terem sido forçadas a abandonar as suas casas é de partir o coração", disse aquela que é, de acordo com a Forbes, a celebridade mais bem paga do último ano, com um rendimento anual de 154 milhões de euros.

"Encorajo todas as pessoas a enviar o seu amor e as suas orações durante este momento de enorme devastação", terminou Swift, de 26 anos.

John Bel Edwards, governador do estado norte-americano, declarou o estado de emergência e admitiu estar a assistir a cheias "sem precedentes", que desde sexta-feira passada fizeram 11 mortes e mais de oito mil desalojados. "Temos níveis recorde de inundação junto aos rios e ribeiros", disse aos jornalistas durante uma conferência de imprensa, instando os residentes a deixarem as suas casas.

Esta não é a primeira vez que a intérprete faz doações. Em 2014, por exemplo, ofereceu 44 mil euros (50 mil dólares) ao hospital pediátrico de Filadélfia para o fundo de terapia para crianças com cancro. Em 2015, deu 50 mil dólares, qualquer coisa como 45 mil euros, para a Go Fund Me, organização encarregue de receber doações para que Naomi Oakes, então com 11 anos, pagasse o tratamento contra uma leucemia.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG