Sofia Ribeiro: "A minha vida começou no dia em que fiquei doente"

A atriz recordou o dia em que, há um ano, partilhou publicamente que tinha um cancro de mama

Sofia Ribeiro partilhou "com o 'mundo' a notícia mais avassaladora" da sua vida em novembro de 2015. Um ano depois, diz que foi a forma que encontrou para "relativizar" o problema e garante que "se não fosse o cancro, provavelmente não tinha conhecido tanta gente generosa, tanta história inspiradora e com certeza nunca" se tinha "sentido tão amada como hoje".

"Um ano depois é incrível, a fluidez da vida de alternar momentos bons e maus encanta-me cada vez mais", confessa a atriz, explicando que "percebermos que não temos controlo sobre nada é assustador".

"Vencer o cancro a meu ver, não é muitas vezes, necessariamente curar-se dele mas superá-lo. É aceitar o panorama que temos, abraçar a nossa 'biografia' com a parte bonita e com a feia também. É digerir a informação que somos mortais, frágeis e colocar o cancro no lugar dele. De preferência bem guardado como um momento difícil, mas de enorme aprendizagem. Tentando não deixar contaminar a energia do presente", acrescentou.

Na sua página oficial de Facebook, Sofia agradeceu o carinho que tem recebido nestes últimos 12 meses e frisou que, para o futuro, o seu maior projeto passa por manter-se "saudável e feliz" até ao fim. "Seja amanhã ou daqui a 100 anos". E garantiu: "A minha vida começou no dia em que fiquei doente".

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG