Sofia Arruda confessa ter sido vítima de violência no namoro

Num vídeo partilhado pela atriz, Sofia Arruda conta que já foi vítima de violência no namoro e apela aos seguidores para estarem alerta e não permitirem que o mesmo lhes aconteça.

Sofia Arruda confessou já ter sido vítima de violência no namoro, durante a sua adolescência, num novo vídeo partilhado pela jovem de 28 anos no YouTube, com o objetivo de sensibilizar o público para este assunto.

"Na altura não me passou pela cabeça que fosse violência. Na adolescência, tive um namorado que morria de ciúmes. Os ciúmes eram desculpa para tudo. Nunca me levantou a mão mas praticou violência psicológica contra mim. Ele fazia-me sentir mal com a forma como eu me vestia. Gente, acreditem que eu não ia nua para a rua. Dominou completamente a minha cabeça e eu só vestia aquilo que ele queria. Mas isto cabe na cabeça de alguém? Não. Não permitam isto. [...] Quando o namoro terminou, deixei de me conhecer", conta Sofia Arruda.

A atriz, que ficou conhecida ao participar na série de êxito Super Pai, deixou o apelo: "Quero alertar os jovens que não podem permitir este tipo de situações, nem praticá-lo. [...] Às vezes, pensamos que violência no namoro é uma coisa física. Não é só isso. Pode ser só um agarrar, ou o facto de a outra pessoa vos manipular e obrigar a fazer algo que não querem. Isso é violência. Não podem deixar que alguém seja dono de vós próprios, sejam homens ou mulheres", afirma Sofia Arruda, aconselhando os seus seguidores a visitar o site da APAV [Associação Portuguesa de Apoio à Vítima] para jovens ou a enviar-lhe mensagens se quiserem falar sobre o assunto.

No vídeo, que já soma mais de 25 mil visualizações, a atriz remata: "E não venham com as desculpas de que estavam muito apaixonados, que eram os ciúmes. Tretas. Isso são tudo tretas. É manipulação. É violência. Não é amor. Não permitam isso e não acreditem", frisa.

Outras Notícias

Outros conteúdos GMG