Samantha Cameron: de Downing Street para o mundo da moda

A mulher do primeiro-ministro britânico demissionário, David Cameron, já tem planos para quando sair de Downing Street. Imprensa britânica avança que Samantha vai lançar a sua própria marca de roupa

É já em outubro que David e Samantha Cameron vão fazer as malas e abandonar Downing Street, na sequência do pedido de demissão do primeiro-ministro britânico após o referendo do Brexit. Mas Samantha Cameron já tem planos para o futuro. A mulher de David Cameron vai tornar-se empresária, naquela que é uma das áreas pela qual nutre forte paixão: a moda.

De acordo com o The Telegraph, Samantha Cameron prepara-se para lançar a sua própria linha de roupa e terá como sócia Isabel Spearman, que já foi sua assistente de moda. Apesar de nenhuma das duas ter confirmado a notícia, o diário britânico escreve que a primeira coleção pode mesmo ser lançada já no próximo ano.

A paixão da mulher do primeiro-ministro britânico pela moda é antiga. Em 2015, Samantha Cameron, 45 anos, foi eleita a mulher mais bem vestida do mundo pela revista Vanity Fair. Conhecida pelo seu estilo clássico, Samantha Cameron já foi consultora criativa da da Smythson e embaixadora do Conselho Britânico de Moda (British Fashion Council).

Em abril deste ano, a imprensa britânica avançou que o ordenado da conselheira de moda de Samantha Cameron, foi pago pelos contribuintes. Num ano, Rosie Lyburn, a quem está incumbida esta tarefa, recebeu 53 mil libras, cerca de 62 mil euros no câmbio atual. A notícia gerou polémica, uma vez que no Reino Unido o salário médio anual situa-se nas 26,5 mil libras, quase metade daquilo que a conselheira de Samantha Cameron recebeu.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG