Rod Stewart debaixo de fogo por imitar decapitação do Estado Islâmico

Cantor teve de pedir desculpa depois de ser amplamente criticado pelo vídeo que fez no deserto

"Doentio", "estúpido" e "ofensivo" foram alguns dos adjetivos atribuídos a Rod Stewart, mais precisamente ao vídeo feito pelo cantor em que este parece imitar uma das decapitações filmadas e levadas a cabo pelo grupo terrorista Estado Islâmico. A indignação foi tanta que chegaram a sugerir que o músico britânico perdesse o título de sir e este não teve outro remédio se não vir a público desculpar-se.

O vídeo em causa foi filmado no deserto de Abu Dhabi, nos Emirados Árabes Unidos, e foi partilhado no Instagram pela mulher do cantor, Penny Lancaster, enquanto Rod Stewart atuava naquela cidade no âmbito da digressão mundial. As imagens mostram o cantor, a mulher e alguns amigos em plena duna a simular uma execução.

No Reino Unido, país de onde várias pessoas já perderam a vida às mãos do Estado Islâmico e precisamente daquela forma, as imagens deixaram Rod Stewart debaixo de fogo.

O cantor foi obrigado a justificar-se e a pedir desculpa. Segundo afirmou, estava a recriar uma cena da série A Guerra dos Tronos. "Compreensivelmente, isto foi mal interpretado e peço as mais sinceras desculpas àqueles que ofendi", disse.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG