Pitt e Jolie: já há acordo temporário sobre custódia dos filhos

Nas próximas três semanas, Angelina Jolie terá a custódia total dos seus seis filhos com Brad Pitt. O ator poderá visitá-los, mediante o acompanhamento de uma terapeuta e a realização de testes de droga.

Duas semanas depois de terem anunciado os planos para o divórcio, Angelina Jolie e Brad Pitt chegam a um acordo temporário sobre a custódia dos seus seis filhos em comum. O tribunal de Los Angeles, EUA, ditou que, nas próximas três semanas, a guarda total das crianças será entregue à atriz de 41 anos, mas que o ator terá a possibilidade de visitá-las.

Há, no entanto, uma condição. "A primeira visita terá que ter um terapeuta presente. Esse mesmo terá o poder de permitir que o Brad faça, depois, visitas sem supervisão, ou de insistir em estar presente sempre que ele esteja perto dos filhos", avançou o TMZ.

O acordo prevê ainda que Pitt se submeta a ocasionais testes de droga e álcool, já que Angelina terá sugerido que o seu companheiro dos últimos 12 anos teria problemas com essas substâncias. Fontes judiciais do site de celebridades dizem que o primeiro despiste já foi realizado e deu negativo.

O tribunal de Los Angeles decidiu ainda que ambos os atores deverão frequentar "sessões individuais de terapia", bem como sessões de "aconselhamento familiar" com os filhos presentes.

O acordo terá a validade de apenas três semanas. Nessa altura, novas decisões terão que ser tomadas em relação à guarda de Maddox, 15 anos, Pax, 12, Zahara, 11, Shiloh, 10, e dos gémeos Knox e Vivienne, oito.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG