O romance jet setter de Mario Vargas Llosa e Isabel Preysler

Vão aos mais prestigiados eventos, jantam nos restaurantes da moda para gáudio dos papparazzi. O país vizinho está viciado neste casal improvável. A família de Llosa desaprova.

"Noivado". Com todas as letras da palavra, Isabel Preysler, a rainha das socialites do país vizinho, presença constante na capa das revistas cor-de-rosa e ex-mulher de Julio Iglesias, confirmou na edição da semana passada da ¡Hola! o grau de seriedade da sua relação com Mario Vargas Llosa. Não fosse o facto de o escritor peruano de 78 anos ainda estar casado com Patricia Llosa, a afirmação seria apenas mais uma confirmação pública de um amor entre duas (muito públicas) pessoas. Na mesma entrevista, Isabel Preysler conta que a relação já "vivia um momento muito intenso desde maio" e que ambos estão "muito confiantes no que fizeram". A socialite nascida nas Filipinas acrescenta ainda que "querem viver esta experiência de uma maneira que enriqueça todos os aspetos" da vida de ambos. Mario Vargas Llosa não presta quaisquer declarações.

Em Espanha especula-se que esta entrevista exclusiva de Presyler à ¡Hola! (revista da qual já foi colaboradora, de resto) lhe granjeou a astronómica quantia de 600 mil euros (no país vizinho, ao contrário do que acontece em Portugal, é uma prática comum publicações e canais de televisão pagarem a entrevistados). A reportagem que surge na edição da semana da publicação foi captada durante a viagem do casal a Nova Iorque para participar na festa da marca de cerâmica Porcelanosa, considerada uma das mais luxuosas do ano.

O evento, uma gala de angariação de fundos, aconteceu em Madison Square Park e reuniu a nata da alta-sociedade nova-iorquina e espanhola, além de celebridades como Irina Shayk, Meredith Vieira, Sarah Jessica Parker e Alfonso Diez, o viúvo da duquesa de Alba. Entre estas caras conhecidas estava o casal do momento, preparado para a sessão fotográfica que iria tornar a sua relação oficial. Já em maio, também num evento da Porcelanosa (marca da qual Isabel é embaixadora), o casal havia estado junto, com a especial bênção do príncipe Carlos, que os recebeu (e aos restantes convidados, claro) no Palácio de Buckingham, no início de junho. As rotinas de Presyler e Llosa, que não se escondem da imprensa, têm sido, ao longo destes meses, muito bem documentadas, quer na imprensa quer pelos programas dedicados aos temas mais cor-de-rosa. Ora em Madrid ora em Barcelona, nos restaurantes mais badalados, o casal não se furta a mostrar ao mundo todo o amor que os une.

Do lado de lá da fronteira não se fala de outra coisa (isto, claro, para quem se interessa por estes temas del corazón. Llosa e Presyler, 15 anos de diferença de idade, são o par do momento e o facto de o escritor peruano (galardoado em 2010 com o Nobel da Literatura) ainda estar casado com a mãe dos seus três filhos, Patricia Llosa, apimenta ainda mais esta história.

No passado dia 14 de setembro, vinha a público uma imagem de uma família reunida à mesa de um restaurante em Nova Iorque. Na fotografia estavam Patricia Vargas Llosa, as suas netas, a sua nora e o seu filho, Gonzalo, o aniversariante desse dia. O grande ausente? Mario Vargas Llosa. Dias depois, o filho mais novo do Nobel da Literatura de 2010 concedia uma emotiva entrevista ao diário espanhol ABC em que revelava que tanto ele como a irmã, Morgana, não tinham qualquer contacto com o pai "há três meses". "Evidentemente que o fim repentino de um casamento tão longo e sólido não pode deixar de ser muito doloroso. Felizmente, a minha mãe é uma mulher forte. A cada dia que passa vejo-a mais tranquila", afiançou Gonzalo Vargas Llosa. O filho do escritor peruano não deixou, no entanto, de lançar farpas à nova namorada do pai que, a avaliar pelas suas palavras, desaprova. "Se o meu pai insistisse que a sua nova relação se desenrolasse longe das câmaras e das festas, provavelmente essa relação não ia durar nem mais um mês."

Depois de Gonzalo, foi a vez de Alvaro Vargas Llosa falar. Desta feita em defesa do seu pai. "Os filhos não escolhem os namorados dos pais do mesmo modo que os pais não escolhem os companheiros dos filhos. O que podem fazer é tecer considerações sobre as suas decisões e desejar-lhes sorte", começou por afirmar o jornalista, que vive nos EUA, acrescentando ainda: "Os meus pais nunca interferiram nos relacionamentos dos filhos e jamais teceram considerações ou objeções a essas relações. Devemos ao meu pai ser igualmente respeitosos com os seus afetos e sentimentos, uma área em que ninguém tem o direito de se imiscuir."

Isabel Presyler é viúva de Miguel Boyer, antigo ministro da Economia espanhol, que morreu no ano passado. Vargas Llosa está casado com Patricia desde 1965.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG