Selena Gomez acusada de desrespeitar islão em visita a Abu Dhabi

A cantora e ex-estrela da Disney, de 22 anos, deixou à mostra tornozelo e perna na Grande Mesquita do Sheikh Zayed.

A visita da cantora norte-americana Selena Gomez aos Emirados Árabes Unidos não deverá tão cedo cair no esquecimento. Isto porque a antiga estrela da Disney fez despertar indignação e revolta naquele país, ao deixar-se fotografar no interior da emblemática Grande Mesquita do Sheikh Zayed, localizada na capital Abu Dhabi, com o tornozelo e parte da perna à mostra.

De passagem pelo Dubai, onde escolheu celebrar a chegada do novo ano, Selena Gomez, de 22 anos, usou a rede social de fotografias Instagram para mostrar aos fãs a sua passagem pelo templo religioso. Porém, poucos minutos após a publicação da imagem, as críticas replicaram-se na internet.

Apesar de ter entrado na mesquita cumprindo o código de vestuário - que exige às mulheres o uso de roupas compridas que não deixem exposto o corpo -, a jovem cantora acabou por protagonizar um comportamento tido como proibido e desrespeitoso no mundo árabe.

Selena Gomez - que se tornou popular como voz de clássicos da Walt Disney Records e protagonizou a série de televisão Os Feiticeiros de Waverly Place - não só se deixou fotografar com o seu tornozelo direito à vista como ainda fez uma outra provocação à religião islâmica: assumiu uma pose sensual perante a objetiva do fotógrafo improvisado e fez subir um pouco o traje preto que usava, deixando exposta parte da sua perna.

Leia mais no e-paper do DN

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG