Chris Brown volta a ser internado para controlar raiva

O Tribunal de Los Angeles condenou o cantor a 90 dias de tratamento para controlo da raiva depois de, no início do mês, ter sido expulso de uma clínica por ter atirado uma pedra ao carro da própria mãe.

Chris Brown foi internado num estabelecimento clínico na Califórnia, no mês passado, após ter agredido uma pessoa em Washington. No dia 10 de novembro, numa sessão de terapia familiar, o cantor e a sua mãe discutiram e o desfecho não foi o melhor. "O senhor Brown foi até lá fora, pegou numa pedra, atirou-a à janela do carro da mãe e partiu-a. Expulsámo-lo do tratamento e dissemos que podia sair imediatamente, uma vez que ele assinou um contrato de não-violência", podia ler-se num comunicado oficial obtido pelo site New York Daily News.

Na quarta-feira, o Tribunal de Los Angeles voltou a arrastar Chris até à sala de audiências e condenou-o a mais 90 dias de tratamento para controlo de raiva, a testes periódicos de deteção de droga e a 24 horas de trabalho comunitário por semana.

Relembre-se que Brown ainda se encontra em regime de liberdade condicional por ter agredido, em 2009, a sua namorada, Rihanna.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG