Nem uma orelha em sangue consegue parar Beyoncé

Beyoncé começou a sangrar da orelha durante um concerto solidário em Brooklyn, Nova Iorque, mas fez questão de atuar até ao fim. Os fãs utilizaram as redes sociais para aplaudir o profissionalismo

Estava em curso o espetáculo solidário Tidal X: 1015 - organizado por Jay Z, que detém o serviço de streaming Tidal - este sábado à noite em Nova Iorque, EUA. Beyoncé cantava o tema Haunted quando se apercebeu de que a sua orelha sangrava incessantemente.

A lesão, que terá sido provocada por um movimento brusco dos brincos, foi tão profunda que o sangue chegou a escorrer-lhe pelo pescoço abaixo, levando os espectadores que assistiam ao concerto por live streaming a demonstrar a sua preocupação nas redes sociais e, claro, a aplaudir o profissionalismo da artista.

"A Beyoncé estava a sangrar e continuou a atuar? Deixem-me pensar num artista que teria feito o mesmo...", escreveu um utilizador do Twitter. Entre vários elogios à atitude de Beyoncé, houve ainda quem mostrasse reações mais extremas e pedisse para que fosse chamada uma ambulância.

A cantora de 35 anos, vencedora de 20 prémios Grammy, concluiu na semana passada a sua digressão mundial - Formation World Tour - que serviu para promover o seu sexto e mais recente trabalho de estúdio, o álbum visual Lemonade.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG