Michael Jackson desafiava a gravidade. Mas como?

Movimento impossível levou o artista a utilizar uma pequena "batota"...

Michael Jackson é, apesar de toda a polémica em torno da sua vida pessoal, um dos mais consagrados e conhecidos artistas de sempre. Ficará eternizado nas músicas, nas memórias dos espetáculos, mas também ficarão para sempre na memória coletiva os inovadores movimentos e passos de dança.

Além do famoso "moonwalk", um dos movimentos que mais marcou a carreira de Michael Jackson consistia numa inclinação do corpo que parecia impossível. Acontece que era, e é, impossível, de acordo com neurocirurgiões. Nishant Yagnick e Manjul Tripathi, médicos e fãs do artista, propuseram-se a analisar a situação e concluíram que havia "batota".

"Eu tentei e caí", disse Manjul Tripathi à CNN. "Não é possível fazê-lo fisicamente. Ele estava a enganar a gravidade", de acordo com Nishant Yagnick.

Essa "batota" não é novidade, no entanto. Michael Jackson patenteou um modelo especial de sapatos para o efeito. Os especialistas publicam, no entanto, conclusões do ponto de vista da especialidade que praticam no ​​​​​​Journal of Neurosurgery.

A maneira como o corpo funciona, dizem, "permite um limitado nível de 'dobragem' para a frente a partir dos tornozelos, enquanto se mantém uma postura direita - a não ser que se seja Michael Jackson".

Apesar da exímia forma física, eram mesmo os sapatos especiais que permitiam ao artista a manobra. Não é de descurar, mesmo com a ajuda extra, a força e o nível atlético necessários no que toca a várias estruturas naturais para conseguir a inclinação.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG