Lily Allen emociona-se em visita a campo de refugiados

A cantora britânica pediu desculpa em nome do seu país pela situação que se vive em Calais

Lily Allen visitou o campo de refugiados em Calais, no norte de França, e pediu desculpa em nome do seu país pelas condições nas quais se vivem naquela "selva", o que levou a que tivesse sido criticada pelos cibernautas britânicos no Twitter.

A cantora inglesa de 31 anos, que estava acompanhada por uma equipa da BBC em reportagem para um programa da estação pública britânica, emocionou-se ao falar com um jovem afegão de 13 anos, que arriscou a vida ao tentar passar a fronteira para ir ter com o pai que já vive no Reino Unido, na cidade de Birmingham.

"Parece-me que em três diferentes alturas na vida deste rapaz, a Inglaterra, em particular, deixou-o em perigo. Bombardeámos o teu país, pusemos-te nas mãos dos talibãs e agora colocámos a tua vida em risco quando quiseste entrar no nosso país. Peço desculpa em nome do meu país, por tudo aquilo que te fizemos passar", frisou Lily Allen, em lágrimas.

Após ter sido criticada no Twitter por falar em nome da Inglaterra, a cantora respondeu na mesma rede social: "Uau, tantos comentários abusivos por ter pedido desculpa a um jovem que precisa de ajuda por parte de um país que contribuiu para a sua terrível situação atual", escreveu Allen.

A irmã de Alfie Allen, ator de A Guerra dos Tronos, e mãe de duas crianças, fez ainda voluntariado num armazém que organiza e distribui donativos para os estimados 10 mil migrantes e refugiados que se encontram atualmente em Calais.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG