Kim Kardashian quebra silêncio sobre assalto em Paris

Num "teaser" da nova temporada de "Keeping Up With The Kardashians", Kim Kardashian surge a chorar enquanto recorda, pela primeira vez, e em conversa com as irmãs, o assalto de que foi alvo em Paris.

Passaram-se três meses desde que Kim Kardashian foi atacada e assaltada num apartamento de luxo em Paris, França. Levaram-lhe joias no valor de 10 milhões de euros - incluindo o anel de noivado que Kanye West lhe ofereceu - e amarraram-na na banheira.

O silêncio da empresária de 36 anos tem-se mantido mas, ao que tudo indica, será quebrado na nova temporada do reality show Keeping Up With The Kardashians, cujo primeiro teaser acaba de ser divulgado pelo canal E!.

Em lágrimas, Kim surge no vídeo de 45 segundos a recordar, em conversa com as irmãs Khloé e Kourtney, alguns dos pensamentos que teve na altura do assalto. "Eles vão dar-me um tiro nas costas. Não há como fugir", desabafou.

O incidente na capital francesa ocorreu no dia 2 de outubro. Pouco depois das duas da manhã, cinco homens foram vistos a aproximar-se do edifício onde Kardashian estava hospedada, o qual abandonaram cerca de 50 minutos depois. A polícia francesa continua em busca dos suspeitos.

No mesmo teaser, testemunhamos ainda a chamada telefónica que Kim recebeu, apenas um mês depois do ataque, a avisá-la de que o seu marido havia dado entrada no Centro Médico UCLA, em Los Angeles, com um esgotamento nervoso. "Acho que ele precisa mesmo de mim e tenho de voltar para casa", ouvimo-la dizer à sua família, claramente abatida.

A 13.ª temporada de Keeping Up With The Kardashians regressa em março ao canal E! norte-americano.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG