Investigação por abusos sexual termina sem acusação

Cliff Richard reafirmou a inocência ao fim de dois anos sob suspeita

A investigação ao cantor Cliff Richard por abusos sexual foi encerrada sem acusação. O artista, de 75 anos, manifestou-se hoje "radiante" pelo facto de, ao fim de dois anos, o inquérito estar finalmente terminado.

"Sempre mantive a minha inocência, sempre colaborei com a investigação e não percebo porque demorou tanto tempo para chegar aqui. Contudo, estou obviamente radiante por a vil acusação e a consequente investigação terem chegado a uma conclusão", disse Cliff Richard num comunicado.

Desde as buscas à sua casa, em agosto de 2014, que Cliff Richard nunca comentara o caso, a não ser para, logo nessa época, para manifestar a sua inocência. "Nunca molestei ninguém na minha vida", garantiu de novo o cantor, defendendo que uma pessoa alvo de uma investigação nunca deve ser identificada até que haja uma acusação.

"Fui identificado antes mesmo de ser interrogado e, para mim, isso foi como ser pendurado como um isco vivo", comentou, convicto de isso aumentou o risco de aparecimento de informações falsas, o que "sempre mancha a reputação de pessoas inocentes".

Cliff Richard lamenta que o anúncio da procuradoria britânica de que não haverá acusação não seja claro quanto ao seu estatuto. "Não expressa claramente que sou inocente; o que, é claro, eu sou. E aí reside o problema", disse, considerando que a sua reputação nunca será plenamente restaurada, uma vez que a declaração do ministério público "apenas diz algo geral sobre a existência de provas insuficientes".

"Como pode haver provas de algo que nunca aconteceu?", questionou no comunicado, que termina com um agradecimento a quem o continuou a apoiar ao longo deste tempo.

O início da investigação remonta a agosto de 2014, quando a propriedade de Cliff Richard na zona de Berkshire, no sul de Inglaterra, foi revistada depois ter sido denunciado um alegado crime sexual, na década de 80, envolvendo um rapaz menor na altura.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG