Empresa vende máscara inspirada em assalto a Kardashian

O "kit de vítima de assalto em Paris" está à venda por cerca de 60 euros

A empresa norte-americana Costumeish.com está a comercializar um fato de Halloween alusivo ao assalto à mão armada a Kim Kardashian, em Paris, no início deste mês. O figurino inclui um roupão branco, óculos escuros, uma peruca preta, corda para amarrar as mãos, uma mordaça branca e um "anel de quatro milhões de dólares falso" e custa cerca de 60 euros, lê-se no site da loja de fantasias online.

O "kit de vítima de assalto em Paris" está a ser anunciado com uma descrição sobre Kardashian como uma pessoa que "dedicou a sua vida à promoção da decadência norte-americana, a juventude e o hedonismo". "Todo esse estilo de vida acabou uma noite em Paris, quando homens armados a amarraram e roubaram as suas joias e a sua paz de espírito. Divirta-se neste Halloween com um pouco de cultura pop e vista-se como uma rainha dos medias sociais", acrescenta a descrição.

O assalto aconteceu num hotel da capital francesa. À socialite foram roubadas joias no valor de cerca de dez milhões de dólares e os responsáveis ainda não foram capturados pelas autoridades do país.

Esta não é a primeira vez que a empresa gera polémica. Fê-lo há um ano, quando teve à venda uma peça referente à declaração de Donald Trump sobre a jornalista da Fox News Megyn Kelly. "Ela tinha sangue a sair-lhe de... onde quer que fosse", disse na altura o candidato republicano à presidência dos Estados Unidos. A Costumeish comercializou uma fantasia com o formato de tampão higiénico.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG