Gwyneth Paltrow cura gripe com... sauna

A atriz norte-americana foi criticada nas redes sociais pelo método usado para combater a doença

Conhecida pelos controversos conselhos de saúde, fitness e beleza que dá no seu blogue, Goop, Gwyneth Paltrow voltou a ser criticada, desta feita pelo questionável método com que tentou combater uma gripe.

A atriz norte-americana partilhou uma imagem no Instagram, onde explica que recorre a uma sauna de infravermelhos para tentar curar a doença. "Vou entrar no calor", escreveu Gwyneth na legenda, explicando, através do uso de hashtags, que estava no quinto dia de sintomas gripais e que tentaria qualquer coisa para melhorar o seu estado de saúde.

As reações dos seguidores de Paltrow não tardaram e muitos criticaram a atriz por publicitar o uso deste método para curar sintomas gripais.

Este tipo de sauna recorre ao uso de radiação infravermelha (em vez de vapor de água) para aquecer a temperatura corporal. É usada para ajudar a combater o excesso de peso, mas pode provocar desidratação, se usada em demasia.

O uso de saunas, seja convencionais seja de infravermelhos, é desaconselhado a pacientes com sintomas gripais, que devem manter o corpo hidratado e evitar choques de temperatura. Num artigo carregado de ironia publicado no site Slate, a jornalista Alexandra Sowa critica Gwyneth Paltrow e dá uma lista de conselhos médicos para ajudar a curar os sintomas da gripe.

Exclusivos

Premium

Vida e Futuro

Formar médicos no privado? Nem a Católica passa no exame

Abertura de um novo curso de Medicina numa instituição superior privada volta a ser chumbada, mantendo o ensino restrito a sete universidades públicas que neste ano abriram 1441 vagas. O país está a formar médicos suficientes ou o número tem de aumentar? Ordem diz que não há falta de médicos, governo sustenta que "há necessidade de formação de um maior número" de profissionais.