Fiat Chrysler investiga acidente que matou ator de "Star Trek"

Modelo de jipe que vitimou Anton Yelchin teve ordem de recolha em abril por problema mecânico

Mais de um milhão de viaturas iguais à que matou o ator Anton Yelchin tiveram ordem de recolha pela Fiat Chrysler depois de detetado um problema que fazia os carros deslizar depois de os passageiros já terem saído do habitáculo, e que provocou 41 lesões, 212 colisões e 308 relatos de danos, avança a Reuters. Por isso, a marca anunciou agora que vai investigar o acidente que vitimou, no domingo, o ator de Star Trek.

Anton Yeltin, 27 anos, morreu de asfixia acidental, depois de ter sido esmagado contra uma parede pelo seu jipe Grang Cherokee, em Los Angeles. Os resultados dos exames toxicológicos só serão conhecidos daqui a seis semanas.

A polícia explicou, na segunda-feira, estar ciente da ordem de recolha do modelo da Fiat Chrysler e que teria esse facto em atenção durante a investigação. A marca automóvel anunciou uma investigação completa ao acidente, mas salientou que "é prematuro especular sobre a sua causa neste momento".

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG