"Estou ofendido como homem!" Tom Hanks ataca Donald Trump

Ator não poupa críticas ao candidato republicano

"Estou ofendido como homem. Não estou ofendido como pai ou marido, mas sim como homem. Aquilo está simplesmente errado. Ponto final. Fim". Foi assim que Tom Hanks reagiu às declarações do candidato republicano Donald Trump gravadas em vídeo em 2005.

No vídeo, Donald Trump faz comentários sexistas sobre mulheres, que até já foram considerados abuso sexual pela Casa Branca.

Quanto à justificação do empresário norte-americano de que os comentários eram "conversa de balneário", Tom Hanks é firme quando diz "ele não estava num balneário, estava no trabalho". Os comentários "não estão certos no trabalho nem no balneário", continuou o ator, na entrevista à Access Hollywood em que falava sobre o novo filme Inferno.

O ator referiu-se às eleições presidenciais como um "circo" que começou com o mandato do segundo presidente norte-americano, mas onde é sempre possível identificar "as questões importantes, como onde vamos colocar a nossa fé quanto ao futuro do país".

Para responder a esta pergunta, o ator deixa um exemplo básico: "é como se tivesses uma dor de dente horrível e tivesses que o desvitalizar a quem pedirias ajuda? Ao homem que diz 'acho que consigo fazer-te uma desvitalização' ou vais pedir a alguém que já o tenha feito seis mil vezes, tem um diploma na parede e uma grande história e experiência?"

Sem mencionar nomes, o ator deixou claro quem não apoia nestas eleições.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG