Dolores Aveiro também subiu ao palco. E até dançou

Kátia Aveiro cantou na "fanzone" do Real Madrid em Milão. A irmã, a mãe e o sobrinho também lá estiveram

"Estou super entusiasmada. Vou entrar daqui a nada no palco dos aficionados do Real Madrid", disse Kátia Aveiro, em vídeo publicado nas redes sociais, aos fãs da formação espanhola onde joga o irmão, Cristiano Ronaldo, e que hoje disputa no Estádio de San Siro, em Milão, a final da Liga dos Campeões com o Atlético de Madrid.

A cantora atuou na fanzone, mas não foi a única da família a subir ao palco. Dolores Aveiro, mãe de Kátia e do craque português, a irmã Elma e o filho de CR7 quiseram surpreender Kátia e, no final do espetáculo, fizeram companhia à artista. "Olha quem veio ver-me cantar... Agora vamos para dentro do estádio, que um grande jogo nos espera", escreveu Kátia como legenda de uma fotografia de família.

Exclusivos

Premium

EUA

Elizabeth Warren tem um plano

Donald Trump continua com níveis baixos de aprovação nacional, mas capacidade muito elevada de manter a fidelidade republicana. A oportunidade para travar a reeleição do mais bizarro presidente que a história recente da América revelou existe: entre 55% e 60% dos eleitores garantem que Trump não merece segundo mandato. A chave está em saber se os democratas vão ser capazes de mobilizar para as urnas essa maioria anti-Trump que, para já, é só virtual. Em tempos normais, o centrismo experiente de Joe Biden seria a escolha mais avisada. Mas os EUA não vivem tempos normais. Kennedy apontou para a Lua e alimentava o "sonho americano". Obama oferecia a garantia de que ainda era possível acreditar nisso (yes we can). Elizabeth Warren pode não ter ambições tão inspiradoras - mas tem um plano. E esse plano da senadora corajosa e frontal do Massachusetts pode mesmo ser a maior ameaça a Donald Trump.