Chris Martin salva evento solidário com atuação de última hora

O vocalista da banda Coldplay "salvou" um evento de solidariedade que, inesperadamente, perdeu o seu convidado musical. Chris Martin subiu ao palco e improvisou temas de Prince e David Bowie.

Já a gala da Fundação de Investigação do Cancro da Mama tinha começado, na noite de quinta-feira, quando, inesperadamente, o convidado musical decidiu cancelar a sua presença. Quem poderia substituí-lo em tão pouco tempo? O nome de Chris Martin rapidamente passou pela cabeça de James Tisch, responsável pelo evento de solidariedade.

O vocalista dos Coldplay não hesitou e, de acordo com o The New York Post, saiu a correr do Hotel Beverly Wilshire, na Califórnia, EUA, de T-shirt e calças de ganga, para "salvar" a gala. Subiu ao palco e, descontraidamente, deslumbrou a plateia ao improvisar temas de Prince, Leonard Cohen, David Bowie e Wham!.

Martin até se sentou ao piano para oferecer alguma música de fundo no decorrer do jantar. "Ele fingiu que era um cantor de lounge", contou uma fonte à publicação norte-americana.

A sua atuação agradou de tal forma os convidados que um deles, Tom Hanks, aproveitou o momento para passar um jarro de gorjetas pela sala e ajudou a angariar qualquer coisa como 65 mil euros para a investigação do cancro da mama.

Nesta gala, o ator de 60 anos também teve direito ao seu momento de glória. Quando um vídeo de homenagem a Leonard e Ludy Lauder (da marca Estée Lauder) foi interrompido por falhas técnicas, Hanks subiu ao palco e deliciou a plateia com uma pequena ode a instituições de caridade de luta contra o cancro.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG