Choupette, a gata milionária de Karl Lagerfeld

Tem duas empregadas, contas no Twitter e no Instagram, detesta crianças e outros animais. Em 2014, conseguiu dois trabalhos milionários e tornou-se a gata mais rica do mundo: ganhou 3 milhões de euros.

Tem duas empregadas, uma conta no Twitter e outra no Instagram, atualizadas com relatos e fotografias de uma vida de luxo. Já teve direito a um livro, onde surge fotografada com várias celebridades, um contrato com uma empresa de cosméticos e até já foi estrela de um spot para uma marca de carros. Falamos de Choupette, a gata do estilista Karl Lagerfeld, que será provavelmente o animal de estimação mais mimado do mundo. Supomos, pelo menos, que poucos gatos tenham a atenção dos donos - ou dos funcionários ao serviço dos donos - ao longo de tantas horas e de forma tão dedicada.

E Choupette tornou-se não só a menina dos olhos de Lagerfeld, sua inspiração para as criações que leva à passerelle (a gata já deu nome e "imagem" a uma linha de acessórios da marca própria do estilista, por exemplo), mas também uma fonte estável de rendimento que lhe permite "sustentar" os próprios vícios e manias de requinte.

Em entrevista à revista norte-americana The Cut, Karl Lagerfeld admitiu que Choupette conseguiu arrecadar três milhões de euros no ano passado, tornando-se a "gata mais rica do mundo" devido aos dois "trabalhos" que conseguiu em 2014: um, posando para um calendário da Opel, e outro para a Shu Uemura - que resultou na coleção de maquilhagem 'Shupette'. Segundo o britânico Telegraph, os lucros de Choupette quase bateram o rendimento anual de Cara Delevingne. A super modelo terá recebido no ano passado 2,4 milhões de libras, ou seja, 3,2 milhões de euros.

O diretor artístico da Chanel realça as "qualidades únicas" de Choupette, que é "como um ser humano", mas com uma vantagem: é silenciosa. "Não precisas de discutir". Além disso, Choupette tem outras características que agradam a Lagerfeld: detesta outros animais e crianças. "Fica sempre comigo e tem duas empregadas que brincam com ela, tomam conta do seu maravilhoso pelo branco, fazem-lhe tratamentos de beleza para os olhos. Ela é o centro do mundo. Se a vissem, iam compreender", garantiu o estilista à The Cut. Choupette tem algo de Greta Garbo porque há nela "algo de inesquecível", sublinha o dono encantado. "É uma inspiração de elegância".

Sobre os trabalhos de Choupette, Lagerfeld revelou que há só um tipo de produto que lhe está vedado e que a gata nunca publicitará: comida para animais. "Ela é demasiado sofisticada para isso".

Choupette chegou a casa de Lagerfeld apenas para passar duas semanas, enquanto um amigo do estilista, que foi o primeiro dono da gata, precisou de se ausentar. "Quando voltou, foi-lhe dito que a Choupette não voltava para ele. Arranjou outro gato, que ficou gordo, e a Choupette tornou-se a gata mais famosa do mundo e a mais rica", contou o estilista.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG