Brad Pitt volta a falar sobre divórcio de Jolie

Uma semana depois do anúncio do divórcio de Angelina Jolie, o ator enviou outro comunicado a explicar que não vai promover o seu novo filme por estar focado "na sua situação familiar".

Uma semana depois de ter confirmado que se iria divorciar de Angelina Jolie, com quem manteve uma relação durante mais de uma década, Brad Pitt volta a falar sobre a separação, num comunicado enviado à imprensa.

O ator de 52 anos explicou que não vai participar na promoção do novo filme de Terrence Malick, Voyage of Time: Life's Journey, que se estreia a sete de outubro nos EUA e no qual é o narrador, para que a sua vida pessoal não roube as atenções do projeto.

"Este é um filme incrivelmente bonito e uma experiência única nos cinemas IMAX para crianças e famílias. Estou muito grato por fazer parte de um projeto educacional e fascinante, mas estou neste momento focado na minha situação familiar. Não quero desviar as atenções deste extraordinário filme, que incentivo todos a verem", lê-se no comunicado de Pitt.

Tanto o ator como Angelina Jolie já afirmaram que, nesta fase, a sua prioridade é o "bem-estar dos filhos". Por definir está ainda a entrega da custódia das seis crianças.

Uma separação mediática deste calibre, claro está, tem dado origem aos mais diferentes rumores na imprensa internacional. Já se falou numa alegada traição de Pitt com a atriz francesa Marion Cotillard, já negada pela mesma, e num episódio de "violência física e verbal" do ator para com um dos filhos, num dos aviões privados do casal.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG