Blondeau, 15 anos de vida, 11 de uma carreira que incomoda

A francesa Thylane Blondeau, de apenas 15 anos, marcou presença na premiere do filme de Steven Spielberg "O Amigo Gigante" no Festival de Cannes e voltou a levantar a questão: o que faz uma jovem de 15 anos no mundo da moda?

Do alto do seu quase 1,70 metros de altura, Thylane Blondeau não passa despercebida. Aconteceu nesta semana em Cannes, mas já tinha acontecido em 2014, quando surgiu na capa da revista Jalouse. E em 2011, ao vestir-se de mulher para a Vogue Paris. Tinha então 10 anos e a ousadia concedeu-lhe honras de destaque no programa norte-americano Good Morning America. Agora com 15 anos, a presença da manequim francesa no festival de cinema que por esta altura se realiza naquela cidade voltou a levantar a questão: no mundo da moda, nunca se é demasiado jovem para se trabalhar?

Filha do antigo jogador de futebol francês Patrick Blondeau e da ex-atriz Véronika Loubry, Blondeau é perseguida pela polémica desde que desfilou pela primeira vez: fê-lo aos 4 anos para Jean--Paul Gaultier. Nos últimos 11 emprestou o seu corpo a casas de alta costura como a Chanel e a Lacoste, e o rosto a marcas como MAC, Dior, Benefit, Sephora ou L"Oréal. "É a próxima Kate Moss", dizem.

Deve as sessões fotográficas que faz à IMG Worldwide, que a representa e também ela alvo de fúria de organizações de defesa dos direitos das crianças. Como a Mothers" Union, do Reino Unido, que na altura em que Thylane Blondeau apareceu na Vogue afirmou que as fotografias em poses sensuais e com roupas provocantes "negam a Thylane o direito de ser a criança que é" e a sua agência seria uma das responsáveis. Tal como a sua mãe, que acabaria por se defender nas redes sociais. "Ela não sabe desta polémica e eu quero protegê-la do fundo do meu coração. Ela é muito nova, pelo que vamos fechar a página [de Facebook] por um tempo", escreveu. Hoje, o seu perfil é público e seguido por 45 mil pessoas.

A tenra idade de Blondeau fá-la dar cartas na moda, mas também no YouTube - tem um canal desde junho do ano passado, com apenas um vídeo, mas no qual é acompanhada por quase sete mil subscritores - e no Instagram, onde é seguida por 285 mil.

"Do que mais gosto no meu trabalho é de conhecer novos fotógrafos e maquilhadores. E também adoro experimentar as roupas", disse a jovem numa entrevista à Teen Vogue. Trabalho. E quando não está no trabalho? Nesses casos, faz "coisas de criança": dança, anda de skate, nada e toca piano. Com os amigos pouco fala sobre a sua carreira. Uma carreira incómoda para uns, um "jardim secreto" para a própria.

No que à idade diz respeito e à questão levantada novamente em Cannes - o que faz, afinal, uma miúda de 15 anos à frente de todos aqueles flashes? -, a manequim já tinha respondido em agosto do ano passado: "Bem, a Kate Moss começou a fazer trabalhos aos 15 anos, e isso já foi há algum tempo. Por isso, não, eu não sou demasiado nova para trabalhar em moda."

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG