Bárbara Guimarães e Carrilho têm o mesmo QI, diz advogado

Na sessão da tarde da quarta audiência do julgamento do caso entre Bárbara Guimarães e Manuel Maria Carrilho, o advogado da apresentadora revelou que os dois têm o mesmo QI

Na parte da tarde da quarta sessão do julgamento que opõe Bárbara Guimarães a Manuel Maria Carrilho, acusado de violência doméstica e difamação, foi feita uma revelação inesperada: ambos foram submetidos a um teste para apurar o QI (quociente de inteligência), depois de a apresentadora ter dito, várias vezes, que o ex-marido a chamava de "burra e analfabeta".

Segundo o advogado de acusação, igualaram os resultados, embora não tenha especificado quais os valores. "Ainda vão ter muitas surpresas com esses relatórios", garantiu Carrilho aos jornalistas presentes. "Quando as pessoas começam a falar do QI é porque têm algum problema com isso", constatou.

Depois de, durante a manhã, Carrilho ter chorado ao rever uma entrevista concedida à CMTV em 2013, o cenário na parte da tarde foi diferente: o antigo ministro da Cultura chegou a rir-se em voz alta no momento em que Bárbara estava a ser questionada pelo seu advogado.

O que voltou a estar em destaque foi a acusação de que a apresentadora da SIC teria, a dada altura, sequestrado os filhos e proibido o marido de os ver. "Acha que com a relação que tenho com os meus filhos, ia aceitar condições de gorilas [guarda-costas de Bárbara] que estavam para ali? O Dinis está hoje em minha casa, não está? Isso não lhes diz nada?", disse Manuel Maria Carrilho.

Ainda à saída, Carrilho atacou a acusação. "Continuo à espera de provas. Continuamos com estas patranhas, mentiras e coisas completamente contraditórias. Tanto falam em agosto, como em outubro, como em 2012, como em 2014, enfim... Esperem. O meu interrogatório, do meu advogado, vai começar em breve", prometeu. Bárbara Guimarães, como habitualmente, manteve-se em silêncio.

A próxima sessão está marcada para 21 de junho, às 14.00. As 14 testemunhas que estavam previstas ser ouvidas este mês, serão recebidas apenas a dois de setembro. Também em setembro, mas no dia 16, o filho mais velho do ex-casal, Dinis Maria (12 anos), será também ouvido pela juíza Joana Ferrer.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG