As últimas palavras de Heath Ledger antes da morte

Heath Ledger morreu em 2008, vítima de uma overdose de medicamentos. O pai do ator revela agora quais foram as últimas palavras do filho antes de morrer.

Foi encontrado inconsciente na sua casa em Manhattan, em Nova Iorque, a 28 de janeiro de 2008. Morreu pouco depois da chegada dos paramédicos. Heath Ledger, então com 28 anos, foi vítima de uma "aguda intoxicação provocada pelos efeitos combinados" de vários medicamentos, concluiu a autópsia. Oito anos depois, o pai do ator australiano revela que a última conversa do filho foi com a irmã Kate, que o avisou do perigo da mistura de substâncias.

"A última conversa que a Kate teve com ele foi uma discussão sobre os medicamentos dele, e ela avisou-o 'Não podes misturar substâncias que não conheces'. Ele disse 'Katie, Katie, eu vou ficar bem'. Acho que ajudavam-no a desligar o sistema... Mas a maior parte dos problemas do Heath eram auto induzidos", contou Kim Ledger, numa entrevista ao site de notícias australiano news.com.au.

O pai do ator que deu vida a Joker, no filme Batman: O Cavaleiro das Trevas, tem-se dedicado, com o apoio da família, a alertar os mais jovens sobre os efeitos nefastos que um estilo de vida como era o de Ledger pode provocar. "Encorajamos as pessoas a começar a verbalizar os seus problemas com amigos próximos ou familiares... O Heath misturou alguns medicamentos com comprimidos para dormir e desapareceu para sempre. Perder um filho é algo que nunca nos deixa. Podemos viver com a dor, mas ela nunca desaparece", lamentou.

Heath Ledger celebrizou-se ainda em filmes como O Segredo de Brokeback Mountain (2005), Coração de Cavaleiro (2001), 10 Coisas que Odeio em Ti (1999), ou Candy (2006).

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG