Professor que "agrediu aluno" saiu em liberdade

Docente de 45 anos tinha sido detido após ser acusado de agredir um aluno na Escola Secundária Rainha D. Leonor, em Lisboa.

O professor que foi detido pela PSP, na segunda-feira, por agressões a um aluno da Escola Secundária Rainha Dona Leonor, em Lisboa, saiu em liberdade com termo de identidade e residência (TIR). O docente de 45 anos não chegou a ser ouvido esta terça-feira por um juiz, tendo o processo sido reencaminhado para o Ministério Público, que abrirá um inquérito, a ser conduzido pela PSP.

O professor de Tecnologias de Informação e Comunicação (TIC), contratado pela Escola Secundária Rainha D. Leonor, em Lisboa, para um horário de seis horas, terá agredido "física e verbalmente um aluno no decorrer de uma aula, com enorme violência, de acordo com o testemunho da vítima e dos seus colegas", segundo um comunicado a Associação dos Encarregados da Educação da escola (APEE/Rainha). Era o primeiro dia de aulas.

O professor em causa foi ouvido pela PSP e, posteriormente, detido.

O Ministério da Educação instaurou um processo disciplinar ao professor, que foi de imediato suspenso do exercício de funções. Já o aluno e a turma está a ser acompanhado pelo serviço de psicologia e orientação da escola.

Exclusivos