Premium Nomeação na Proteção Civil viola a lei do próprio governo

A designação da adjunta do presidente da ANEPC para diretora nacional da Inspeção daquele serviço é ilegal de acordo com o regime dos gabinetes do governo

A nomeação da adjunta do presidente da Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil (ANEPC), Soraia Jorge, para o cargo de diretora nacional da inspeção daquele serviço viola a própria lei que estabelece o regime dos gabinetes do governo - porque a jurista estava a trabalhar no gabinete do presidente da ANEPC, tenente-general Mourato Nunes, desde outubro, e, na nova função exerceria funções de auditoria daquela estrutura de que fez parte anteriormente.

os membros dos gabinetes não podem desempenhar, pelo período de três anos contados da cessação das respetivas funções, os cargos de inspetor-geral e subinspetor -geral, ou a estes expressamente equiparados, no setor específico em que exerceram funções

Ler mais

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG